25 de fev de 2011

O tumulto no início das festas


Me escreveram perguntando, sobre como é que se faz com todos chegando ao salão ao mesmo tempo, querendo beber e comer e que é sempre aquela luta atrás de garçon e que as noivas morrem de medo disto.
Olha, podem marcar no relógio, até mesmo na próxima festa que forem...demora 40 minutos para que os convidados sosseguem suas boquinhas nervosas e parem de perseguir os garçons, mesmo com o olhar.
De repente, ele vira pro cara da mesa ao lado e fala: "Oh fulano, você está aqui? nem tinha lhe visto antes."
E ai, a festa começa, a música tende a chamar os convidados que já não estão mais desesperados, que já comeram uns 5 salgadinhos, já beberam alguns copos e eles vão passar a fazer o que foi proposto no convite: divertir-se...ali não é um rodízio de salgados e bebidas, onde cada um está pagando e está querendo comer e beber tudo em menos de 1 hora.
Quando eu tinha buffet, sempre vinha uma mãe aflita atrás falando que ali não estava sendo servido.
Como coordenadora das festas, era preciso muita força de vontade para não sucumbir as mães desesperadas, que o fundo ainda não está bem servido e não falar " pois é..mas é que os convidados aquelas mesas ali, dos que não tem linha, estão avançando e não deixando o garçon do setor do fundo passar." ou falar...."espere 40 minutos, nós já havíamos conversado isto na última reunião."
Engolia e ia fazer o meu papel, sim...pois o coordenador, o maitre, é pago para resolver os problemas...
E pedia a equipe que já estava dividida por setores, para parar um pouco de servir nas deles, para dar um reforço de uns 10 minutos naquele ponto crítico ali.
Depois voltavam para o setor deles....
Quantas vezes, eu voltava para o local e a mãe por ali e eu mesma apontava ( triunfante por dentro0 mas com cara de surpresa " mas a senhora não disse que estavam reclamando há 10 minutos atrás? Veja como convidado é...repare, estão até recusando......vai aproveitar a festa e não esquente com isto não..."
Sim, pois eu estava certa e ela aflita, mas não podia deixar meu nome queimar né?
As tais tias.......sempre elas.....
Isto quando o número de convidados não ultrapassava 10% de extras, que é o máximo que um buffet dá conta de aguentar ( sim, porque não adianta entrar em salgado reserva, se não tem garçons a mais para servir, taças em grande quantidade extra, espaço físico para as pessoas e a equipe circularem.....
Uma vez, na Pampulha, um noivo super popular, contratou o serviço para 300 pessoas, mas entraram 480.
Foi um aperto só.....mas eu cheguei e falei...tem 480 pessoas, não vou deixar a peteca cair, tenho mil salgados que trouxe de reserva e vamos precisar daqui a pouco sair para comprar mais cerveja, pois as 20 caixas não vão dar...o prato quente e o bolo, só vou servir mais tarde, quando um pouco já tiver ido embora.
Mas o local era muito dividido, espalhado e ai o bicho pegou.
Eram 15 garçons e eu tive muito medo desta vez, pois nesta festa haviam um casal que já havia casado com meu buffet e cerimonial e outro que havia contratado o serviço para dali uns meses, todos amigos.
Pois na cara dura, depois que as coisas melhoraram..eu cheguei para os dois casais, pedi desculpas e expliquei que foram 180 pessoas a mais.
Eu podia resolver a situação do noivo, mas não ia segurar esta batata quente, não é mesmo?
E ao passar nas mesas, me desculpei com todos, pelo atendimento precário.
E teve um caso antes, festa só de refrigerante e salgadinhos, na casa paroquial....
Passei o maior contrangimento neste dia, pois por sinal, uma prima minha havia sido convidada e eu nem sabia antes, para o casamento e lógico que eu queria mostrar bonito pra eles né, mas não foi lá uma brastemp as coisas.
Juro, parece mentira, mas vocês sabem que eu não falo mentira, já escoltei muitas e muitas vezes, equipe, ( nesta festa e em algumas doidas que peguei) para poderem passar, eu ia na frente pedindo licença e não deixando as pessoas atacarem.....
Pegava um e deixava para ser atacado e passava com 2 que vinham atrás.
Há muitos anos.....a festa que era para 150 pessoas, foram, 280 e o tal fundo não tinha jeito mesmooooooooooo de ser atendido.
me lembro que bolei uma idéia maluca...eu e minhas idéias.....peguei 4garçons.....sendo que 2 com bandejas com copos vazios ( cada bandeja, para que adora números como eu, cabem 14 taças) e 2 com cada um carregando com as mãos para baixo, garrafas de refrigerante.
E o povo voava nas taças vazias, era para rir.....e largavam .....
Quando conseguimos atravessar a multidão e chegar no ponto onde nada conseguia chegar, paramos, enchemos as taças e ai, 28 pessoas conseguiram ser servidas e fomos repetindo isto até todos estarem com taças na mão.( era festa sem cerveja)
Depois, foi a vez da comida...... que o povo cercava a cozinha....pois não adianta ter salgados reserva, se você não tem lugar para as pessoas sentarem ou espalharem no salão e nem equipe.
Eram 8 garçons, numa festa que o certo seriam 13.
Bom, tive uma idéia que foi colocar as travessas de prata cheias de salgados em assadeiras ( cabiam 2 em cada tabuleiro) e cobrir com papel alumínio e passar com as assadeiras para baixo, para despistar...
Com isto, consegui atravesar, por 2 vezes, 400 salgados e atender o povo do fundo que estava desesperado...rs...
Em resumo....durante 40 minutos, TODA festa parece que não está sendo bem servido...mas é que está todo mundo de olho no garçon e ainda não engatou uma conversa, o DJ não conseguiu levar as pessoas para a pista de dança, as pessoas estão com fome, com sede...então, avise sua mãe, sua sogra, irmãos, que isto é normal.
Se depois de 40 minutos a coisa não estiver sob controle, ai sim, eles devem reclamar com o buffet, mas antes disto, só vai servir para desgastar pessoas que estão trabalhando sob pressão.
Bom, quero aproveitar e perguntar:
Quando vocês vão em festas, alguém passa nas mesas para saber se vocês estão bem servidos, se precisam de algo?
Porque pergunto isto:
Porque sempre fiz este trabalho, LÓGICO que depois de 50 minutos de festa, pois antes, sei que ouviria reclamações.
Mas NUNCA vejo buffets fazendo isto......
Pois peça seu buffet ou cerimonial, para que, com 1 hora de festa, passe e realmente fique atento ao que está acontecendo.
Era a melhor forma de resolver problemas que iam surgindo e tomar atitudes rápidas.
Vou escrever este fim de semana agora, sobre algo que me perguntaram estes dias...... sobre salgadinhos no pratinho na mesa e percebo que é necessário fazer uma explanação mais extensa.

Tudo o que eu escrevo sobre o assunto BUFFET?
clique aqui:
http://gracieleaguiardicasparacasamento.blogspot.com/search/label/Buffet

rafia  Foto Fotógrafa fotografias filmagem de casamento noiva em belo Horizonte Contagem Nova lima Betim Santa Luzia Externa Solar do Engenho Caraça Pampulha Santo Antônio do Leite Museu Abílio Barreto Praça da Estação Serra da Canastra Inhotin Inhotim Igreja católica evangélica batista culto ecumênico celebrante pastor padre Lourdes Lurdes Boa Viagem Santa Clara São José Afonso pena Clube da Caixa Usiminas, Amagis Minas II Residence Pampulha santíssima Trindade Curso de noivo noivos noiva entrada com os papéis cartório civil aliança vestido lua de mel pacote sapato anágua dia da salão de beleza maquiagem cílios postiços Jaqueline Rabelo Amadeus decoração flores bouquet buque calda véu arranjo de cabelo penteado massagem brinco tiara arranjo velas iluminação cênica DJ banda convite bolo decorado Buffet Cléo perrela Tereza Cavalcanti santa Lúcia catarina  salão de festas decoradora cerimonial terno fraque dama pajem entrada das Mariângela Maria Antônia Marcus martineli carro carruagem altar coral musica músicos religiosos pirulito piriguete santo Antonio jogar o lembrancinha BM casado, macarron toalha arranjo corredor chuva de arroz pétalas bolinha de sabão álbum de noivinho de biscuit bisqui casalzinho bombom trufa doces decorados prato quente garçon recepcionista segurança confirmação lista de presente padrinhos madrinhas cortejo bíblia avó Graciele Aguiar Facebook portifólio acessóro agradecimento balão pista de dança pisca pisca brinde bebida bracelete cabide ar livre celta chinelo sapatilha segurando o choro chá de ligerie flor na lapela fotos de artifiios fornecedores sensual sensuais primeira noite  cupcake chá de panela coração picado passar a gravata cortar picar leque lenço kit ressaca guardanapo de linho pano papel lembrete luva luvas Mac]ã do amor bombom bombons caixinha missal palito decorado sapato do noivo unha veuzinho para solteira fita fitas árvore dos dedinhos tags sorvete jantar prato quente salgado cardápio gravidez gestante acompanhamento recém nascido bebê criança newborn parto hospital minas gerais save the date noivado intimo pequeno comida de boteco cinta liga boneco salgadinho salgado ritual tradição costume forminha tabela SPA alugar dica sandália coque solto belvedere Maria rainha mãe manto mantilha aluguel apartamento casa entrando sozinha
Sobre a Autora: Fotografia 
Graciele Aguiar
Este blog foi criado inicialmente para mostrar as minhas clientes, muitas coisas interessantes e bonitas que eu fui vendo nas redes. Passei a pouco a publicar minhas fotos assinadas também, pois adoro registrar casamentos e eternizar em imagens, os momentos mais especiais da vida das minhas noivas. E depois, fotografar os bebês que sempre surgem do amor do casal. Sou psicóloga, casada há 25 anos, mãe de 3 ex-nenenzinhos que já viraram adultos e tenho 48 anos.          Sou de Divinópolis e moro em Belo Horizonte Querendo orçar foto e filmagem para seu casamento ou esclarecer  algo que eu postei, aqui estão os meus contatos:  (31) 3088 2953, 3464 4436 e 9615 1690 E-mail: graciele@gracieleaguiar.com.br 
Facebook: www.facebook.com/gracieleaguiarfotografiabelohorizonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails