27 de jul de 2011

Casar com bastante economia - Revista Época

Casar custa pouco, quase nada, se as pessoas quiserem apenas morar juntas.
Mas pode custar muito se quiserem tornar a ocasião inesquecível.
“Em São Paulo, a despesa pode variar de R$ 5 mil a R$ 1 milhão”,
diz Vera Simão, organizadora de casamentos há 30 anos.
Um evento nos moldes tradicionais para 200 pessoas numa grande capital não
sai por menos de R$ 50 mil. Mas isso é apenas parte da verdade.
A outra parte é que ficou mais fácil fazer casamentos estilosos, charmosos
e... baratos. “É possível economizar e, ao mesmo tempo, deixar a festa mais aconchegante, com a cara dos noivos”, afirma a decoradora Michele Navega,
que tem um blog sobre “minifestas” de casamento.
Depois de planejar a própria festa no ano passado, ela passou a decorar eventos alternativos.

Quando a cerimônia é menor, os noivos têm de se envolver mais com os
preparativos. Michele desenhou os convites de seu casamento e economizou
R$ 2 mil.
Para reduzir as despesas sem correr o risco de fazer uma festa ruim, o casal deve analisar cada um dos três fatores que mais afetam o custo: local, decoração e
lista de convidados.
Pode-se economizar em cada um deles, com opções como casar numa casa,
capela ou restaurante (mais baratos que igreja e salão de festas) e usar flores da estação, velas e mudas em vasos para criar a ambientação e servir de lembranças.
A ideia de minifesta de casamento, porém, vai além da economia.
“É chique ter personalidade. Muitas vezes gasta-se uma fortuna, e os convidados
não são bem recebidos”, afirma Vera.
“Antes, um casamento pequeno podia ser visto como forma de gastar menos.
Hoje, mostra que o casal quer mais intimidade”, diz Constance Zahn, consultora
de imagem e dona de um site sobre festas de casamento.
   Reprodução
Daniel Nobre
AO AR LIVRE {R$ 8 MIL}Numa cerimônia ao ar livre, feita de manhã ou à tarde, é normal gastar menos com decoração,
comida e bebida (as pessoas bebem menos durante o dia).
A cerimônia pode ser em um sítio de parente ou amigo. Celina Paiva e Maik Rabelo, de Fortaleza,
no Ceará, casaram-se de manhã numa capela e fizeram a festa no pátio (foto acima). O espaço é alugado e tem uma parte coberta, onde ficaram os doces e o bolo. “queríamos todo mundo à vontade. Os homens não precisaram usar gravata, e as mulheres foram de vestido curto”, diz Celina.
Monique Renne
EM CASA {R$ 10 MIL}
A ideia é fazer uma lista de convidados bem seleta e não gastar com decoração nem aluguel de espaço. Pode ser num imóvel da família ou de um amigo. Os noivos podem usar objetos da família para enfeitar a cerimônia. Os convidados e familiares costumam ficar mais à vontade em ambientes conhecidos. Renata e Leonardo Vargas, de Brasília, convidaram 60 pessoas para a festa, que aconteceu na casa da madrinha do noivo. Artista plástica, a anfitriã cuidou da decoração.
Geison Genga
No restaurante {r$ 25 mil}
Usar um restaurante elimina ou reduz gastos com móveis, talheres, iluminação e decoração. O custo do espaço pode variar de zero a r$ 20 mil, dependendo do dia e do horário. Adriana e Eduardo Vitelli se casaram num bistrô, em São Paulo (foto acima). Gastaram r$ 25 mil com uma festa para 120 pessoas, com comida francesa. A noiva, que é designer gráfica, fez os convites, as lembrancinhas e está preparando o álbum de fotos. O noivo fez a seleção musical. Eles contrataram um operador de caixas de som. As fotos foram tiradas por um profissional amigo, que cobrou um valor simbólico.
O casamento da socióloga Elisa Colares, de 25 anos, e do músico e cientista político Rafael Castelo, de 28, de Brasília, foi em agosto do ano passado. A festa aconteceu num restaurante de comida nordestina. Não pagaram aluguel e contrataram um bufê que servia tudo, com entrada, sobremesa e bebidas. A noiva usou o vestido da mãe, e a banda de amigos do noivo (incluindo o próprio) tocou na festa. Com a economia, eles capricharam na decoração da igreja, que custou R$ 6 mil. Amigos e família participaram da preparação do evento. “Foi mais do que romântico, foi afetivo”, diz Elisa. “Todo mundo se envolveu com os detalhes da igreja e da festa.”
   Reprodução
1
prioridade a um item com o qual quer gastar mais: local, decoração, música ou comida.
2
O aluguel de um salão luxuoso pode custar R$ 30 mil. Um lugar bom mas sem fama pode custar um décimo desse valor.
3
Economizar com fotógrafo pode ser mau negócio. O registro do evento é muito importante. Foto e filmagem podem custar até R$ 15 mil. Avalie se há necessidade dos dois.
4
Não hesite em pedir ajuda a amigos e parentes. Talvez você conheça um bom músico, tenha uma tia que faz bolos divinos ou um tio com um carro antigo e estiloso para levar a noiva.
5
Recolha dicas com amigas e blogueiras fissuradas em casamentos
6
Explore o conceito de “faça você mesmo”. Convites, por exemplo, podem ser desenhados em casa, com
a ajuda de programas da internet.
7
clubes de desconto com ofertas de serviços e produtos para casamentos, como oclubedocasamento.com.br.
8
Os detalhes farão diferença no custo final. Escolha flores da estação ou substitua flores por velas, pelo menos 20% mais baratas. Mudas em vasos enfeitam mesas e servem como lembranças simpáticas e baratas.
9
Casamentos de manhã e à tarde custam menos. Um coquetel com frios ou um brunch (refeição entre café da manhã e almoço) podem substituir o jantar.
10
Se quiser uma cerimônia religiosa, prefira uma capela a uma igreja. O aluguel cairá da ordem de milhares de reais para centenas.
11
Um erro comum é exagerar na comida. Se há muitos docinhos, encomende um bolo menor.
Jaqueline Rabelo Amadeus decoração flores bouquet buque calda véu arranjo de cabelo penteado massagem brinco tiara arranjo velas iluminação cênica DJ banda convite bolo decorado Buffet Cléo perrela Tereza Cavalcanti santa Lúcia catarina  salão de festas decoradora cerimonial terno fraque dama pajem entrada das Mariângela Maria Antônia Marcus martineli carro carruagem altar coral musica músicos religiosos pirulito piriguete santo Antonio jogar o lembrancinha BM casado, macarron toalha arranjo corredor chuva de arroz pétalas bolinha de sabão álbum de noivinho de biscuit bisqui casalzinho bombom trufa doces decorados prato quente garçon recepcionista segurança confirmação lista de presente padrinhos madrinhas cortejo bíblia avó Graciele Aguiar Facebook portifólio acessóro agradecimento balão pista de dança pisca pisca brinde bebida bracelete cabide ar livre celta chinelo sapatilha segurando o choro chá de ligerie flor na lapela fotos de artifiios fornecedores sensual sensuais primeira noite  cupcake chá de panela coração picado passar a gravata cortar picar leque lenço kit ressaca guardanapo de linho pano papel lembrete luva luvas Mac]ã do amor bombom bombons caixinha missal palito decorado sapato do noivo unha veuzinho para solteira fita fitas árvore dos dedinhos tags sorvete jantar prato quente salgado cardápio gravidez gestante acompanhamento recém nascido bebê criança newborn parto hospital minas gerais save the date noivado intimo pequeno comida de boteco cinta liga boneco salgadinho salgado ritual tradição costume forminha tabela SPA alugar dica sandália coque solto belvedere Maria rainha mãe manto mantilha aluguel apartamento casa entrando sozinha
Sobre a Autora: Fotografia 
Graciele Aguiar
Este blog foi criado inicialmente para mostrar as minhas clientes, muitas coisas interessantes e bonitas que eu fui vendo nas redes. Passei a pouco a publicar minhas fotos assinadas também, pois adoro registrar casamentos e eternizar em imagens, os momentos mais especiais da vida das minhas noivas. E depois, fotografar os bebês que sempre surgem do amor do casal. Sou psicóloga, casada há 25 anos, mãe de 3 ex-nenenzinhos que já viraram adultos e tenho 48 anos.          Sou de Divinópolis e moro em Belo Horizonte Querendo orçar foto e filmagem para seu casamento ou esclarecer  algo que eu postei, aqui estão os meus contatos:   (31) 3088 2953, 3464 4436 e 9615 1690 E-mail: graciele@gracieleaguiar.com.br 
Facebook: www.facebook.com/gracieleaguiarfotografiabelohorizonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails