24 de nov de 2011

Casamento


Quando somos crianças, sonhamos e nos “vestimos” de noiva, pegando panos e colocando na cabeça, seguramos flores de plástico ou até mesmo pegamos rosas no jardim.
Eu amarrava cobertor no quadril e colocava uma saia antiga rodada da minha mãe, para ficar bem volumosa a saia. estilo dama antiga
Deve ser desta época que sonho com noivas  com o vestido chique, com a saia muito rodada, mas coisa de bom gosto.
Depois crescemos e a maioria continua a sonhar consigo mesma vestida de noiva.
É só encontrarmos um carinha com o qual nos apaixonamos, que já brincamos de assinar com o sobrenome dele. no primeiro mes de namoro.
Buscar a nossa cara metade, é por sinal até mesmo natural, mas em nós mulheres, muito vinculado com sonhos, ilusões e cá entre nós, não somos muito práticas e realistas neste quesito.
 Hoje vejo muitas noivas bem práticas, mais objetivas e muitas falando que não tem este sonho.
Olha, eu respeito, mas fico sempre pensando.....
” poxa, mas ela não sonhou quando menina? Será que decepcionou-se com algo?”
De qualquer forma, quando se decide casar, é preciso começar a definir muitas coisas, pois uma coisa puuxa a outra e necessita disto ou daquilo e isto gera um gasto X e de outra opção, o gasto Y .
E se haverá festa, meu Deus do céu, começa a loucura do drama  da novela mexicana, pois são tantos detalhes a serem escolhidos e decididos e o pior, pagos, que eu aposto que ao menos 25% dos noivos ( casal ) se soubessem quanto iria custar tudo, como seria complexo tudo o que gira em torno da festa, teria desistido de fazê-la.
Nem sonho em desestimular vocês a fazerem festa, mas a entenderem a complexidade das escolhas.
Tudo começa desde o horário e local onde se irá casar.
O que ninguém pensa, é que onde e o horário da escolha, que foi o passo inicial, é que vai interferir nas outras escolhas.
A noiva , é um ser normal, que não é profissional da área, tem que diblar a grana se não contada, ao menos estipulada, com o que está na moda e com as mil opções de cores, cardápios e tentar agradar a maioria das pessoas que estarão na festa.
E agradar o noivo, a mãe e pai dele, e ao seu pessoal de casa.
E administrar os mil palpites e sugestões que os mais chegados vão dando....e com uma sutileza de elefante, nos magoando com as "críticas para nosso próprio bem" Acredite, 50% das pessoas não estão falando coisas de maldade, estão é sendo desastradas com as palavras.
Parece que casar, é coisa para noiva formada em etiqueta de casamento, desing gráfica, estilista, gourmet e decoradora, algo tipo para Noiva com PHD em casamento......rs....e não para uma simples mortal.
Colocando isto com:
* Orçamento normalmente apertado
* Quem ainda está estudando, fazendo faculdade, curso de línguas, pós graduação
* Trabalhando em horário integral, 
* Com TPM normal de todo mes
* Com um noivo normal, que vive dizendo “o que voce decidir, está bom” e você querendo matá-lo, por não aceitar que ele tem o direito de deixar você decidir as coisas, que para ele tanto faz, ( leu que eu disse que é com um noivo normal? O da sua vizinha também fez a mesma coisa.) pois ele NUNCA brincou de casar as bonequinhas.
* Sogra querendo usar preto.
* Mãe de daminha que não concorda com o modelo da roupinha decidido.
* Madrinha que quer ir de cor palha, que nas fotos vai parecer que está de branco com certeza.
* Padrinho avisando que a periguete da namorada dele que voces nem conhecem direito, não está aceitando que ele entre com sua prima.
* Sogro turrão que diz que nem morto que vai entrar engravatado do mesmo estilo do seu pai, 
* Seu cunhado, aquela benção de educação, falando que vai mesmo é com o terno marron, que não vai comprar terno preto ou chumbo que voce está pedindo que todos os padrinhos vão parecidos.
* Cunhada falando que para que vocês vão gastar tanto dinheiro na viagem da lua de mel dos seus sonhos, pois afinal, "terão a vida inteira para viajar" ( Ela não está mentindo, mas você pediu a opinião dela? Pediu dinheiro emprestado para viajar para ela?
E por ai vai minha filha....são tantas coisas que vai deparar-se, que se não entender que haverá uma maratona a acontecer de agora em diante e unir-se ao seu namorado e não encher a paciencia dele, talvez cheguem ao dia do casamento de mal um com o outro, com muitas dúvidas se realmente estão fazendo a coisa certa.
A vontade que dá, deve ser de desmaiar, entrar em coma e acordar horas antes do casamento, depois que anjos e santas pessoas bondosas, cuidaram de tudo para voce e você não passou por nenhum perrengue.
Quer mais ou já está bom? 
O problema é que, como se sonhou muito e como se suou muito para pagar cada item do sonho, os nervos ficam em frangalhos e eu fico super triste vendo isto acontecer com as noivinhas, ainda mais com as minhas, que sempre ficamos tricotando as coisas, eu tentando ajudar no que eu posso e tentando acalmá-las.
Nesta época, surgem até mesmo dúvidas se é isto mesmo que queremos, se amamos tanto assim o nosso príncipe encantado que parece que depois do noivado virou um sapo verde bem grande e chato, que só faz cruá..cruá..reclamando de tudo, que não estamos carinhosas, que só falamos em casamento, que estamos gastando demais ( detalhe....ele por um acaso está exagerando? Falou alguma mentira? Não, você não consegue medir mais nada, é tudo 8 ou 80 e sai da frente quem tentar te impedir de fazer as coisas do seu jeito.
Calma minha querida noivinha ( sim, todas as noivinhas que ficam lendo meu blog, sinto que são um pouco minhas também, pois sei como devem estar sentindo-se.
Eu não passei por estas coisas quando fui noiva, porque era muito voada, não tive restrições econômicas para fazer as coisas da maneira que eu e mamãe queríamos, sou uma pessoa bem calma e não existia este mundo de informações que existem hoje, nas redes sociais e em pesquisas via sites de busca.
As opções eram tais e pronto.
Cometi erros, tive fornecedor picareta ( entregou 1340 bombons e não 3000 conforme encomendado e pago), tive maquiagem carregada demais, mas nunca durante o percurso, passei por nada de estressante. grande cerimônia acontece, pois na verdade são muitas emoções que são totalmente normais.
Mas acompanho os sonhos e loucuras de noivas, há 16 anos, é muito tempo NE?
Dava para escrever um livro.
Mas o que mais quero dizer a vocês noivinhas, que é para em primeiro lugar, não abrir mão das partes mais importantes dos seus sonhos.
Eu estou para fazer bodas de prata daqui 1 ano e 2 meses.
Sonhei com este dia desde que casei.
Mas eu sei que para ter as coisas como desejo, vou ter muitos conflitos com meu marido, que é uma pessoa muito prática.
O amor dele por mim, é verdadeiro e intenso, mas não curte festas, acha tudo bobagem e eu sabendo disto, estou de uns tempos para cá, na dúvida de como vai ser tudo.
Se eu quero tudo com um preço alto a ser pago, se abro mão dos meus sonhos, se faço o que ele deseja e abro a boca para chorar no dia.
De um tempo para cá, escolhi que, a festa ficará por conta dele, pode ser qualquer coisa, até churrasco no salão de festas do meu prédio, mas não quero abrir mão de entrar na igreja com meu filho me levando, das minhas filhas serem damas.
Mas cadê uma igreja bem pequenininha, pois somos 35 pessoas no total nas duas famílias e não vou chamar pessoas que não sejam muito intimas. 
E tem a novela do filme-mico, que tem anos que já tenho o enredo na minha cabeça, onde representaremos o dia do nosso encontro ( gente, dentro do ônibus, mas tem as cenas ilárias na rodoviária e tem que ser lá mesmo e ele já bateu o pé que não vai fazer isto nem morto e eu já disse que sem o filme eu não faço as bodas.
E eu contei que os meninos vão ter que simular estarem nas nuvens, como se morassem no céu, vendo as trapalhadas dos desencontros e ali torcendo para que dê tudo certo? E eles querem me matar, mas sabem que não aceito nem pensar em um não como resposta nesta parte. 
Então, no meu caso, a festa não me interessa, não me atrai. Mas a parte do cortejo, a parte do filme, o estilo de oupa que quero usar.. ( já brinquei.,..será algo estilo "noiva quarentona com o sonho de casar-se", nada de prata...mas infelismente não muito noiva, pois minhas filhas me matariam, com certeza.)
Em resumo, veja o que é seu sonho mais importante e coloque isto para ele e ceda em outros pontos.
Façam adaptações, mas realizem parte deles, para foiçarem contentes e não ficarem a vida inteira reclamando deste dia.
Mas tentem ser realistas, tentem ser racionais um pouco, procurem se organizar, pesquisem bastante em primeiro lugar.
Com as pesquisas em mãos, veja onde estão os pontos que você julga serem os mais importantes e que aceitam gastar mais.
E veja o que é supérfulo e que só será colocado se a grana der.
Acredite, no último mês, verá que nem é mais questão de se a grana der e sim, que realmente é supérfulo e que é besteira mesmo fazer aquilo.
E por favor....faça algumas surpresas românticas ou picantes, ao seu amado.
Mostre a ele, que o mais importante de tudo, é ele e que os preparativos estão lhe deixando fora de si, mas que ele é o seu grande amor e que quando toda a loucura passar, você vai voltar a ser a namoradinha dele.

Voltando ao início do texto,  ser noiva é realizar e colocar para fora, tudo o que ficou na memória durante anos de sonhos.
É querer compartilhar com todos os envolvidos a felicidade plena, é encontrar o par perfeito, é uma mistura de todos o sentimentos possíveis que se resume em uma data, com 30 a 45 minutos de duração a parte religiosa, a 1 hora de cumprimentos na porta da igreja, fotos e beijos e bombons sendo distribuídos, se não houver festa ou há 6 horas de festa, que vai custar uma fortuna e toda a sua energia e que você vai querer conversar, brindar, beber, comer, dançar, dar atenção a todos e não vai dar tempo de tudo isto em apenas 6 horas.
E o que eu vejo muito e fico triste......o casal não fica as vezes muito junto no casamento, não vejo muitos beijos na boca daqueles de novela, palavras carinhosas, ficam todos muito doidos.....
Então, lembre-se na festa, dele, do seu amor e tente é ser realmente feliz neste dia, beije muito, sorria muito para ele, aproveite para falar muitas e muitas vezes a ele, que o ama, agradeça na festa para ele, estar fazendo você a mulher mais feliz do mundo, aproveite para desculpar-se   por todo o estresse do período.
Comece uma vida nova, deixando para trás, tudo de negativo que passaram nos últimos meses, acorde no dia seguinte, de alma lavada, feliz......realizada.
E aceite que muitas pessoas vão lhe aborrecer neste período, fornecedores vão falhar ( ai que raiva, concordo plenamente com você) mas tudo faz parte.
Pense que na verdade, é tudo uma fase...é tudo um sonho.
Aproveite para aproximar-se mais de sua sogra, das cunhadas.
Sabe uma coisa que eu fiz e que me lembro com carinho e que sempre aconselho as noivinhas a fazerem? Mostrar o enxoval para a sogra.
Me lembro de subir na escada e descer do maleiro da casa de minha mãe, tudo que havia comprado para mostrar a minha sogra.
Vai viver o resto da vida com eles e você, que é uma menina inteligente e bem orientada aqui no blog, rs.....vai fazer de tudo para que dê certo o relacionamento de vocês todos.



Jaqueline Rabelo Amadeus decoração flores bouquet buque calda véu arranjo de cabelo penteado massagem brinco tiara arranjo velas iluminação cênica DJ banda convite bolo decorado Buffet Cléo perrela Tereza Cavalcanti santa Lúcia catarina  salão de festas decoradora cerimonial terno fraque dama pajem entrada das Mariângela Maria Antônia Marcus martineli carro carruagem altar coral musica músicos religiosos pirulito piriguete santo Antonio jogar o lembrancinha BM casado, macarron toalha arranjo corredor chuva de arroz pétalas bolinha de sabão álbum de noivinho de biscuit bisqui casalzinho bombom trufa doces decorados prato quente garçon recepcionista segurança confirmação lista de presente padrinhos madrinhas cortejo bíblia avó Graciele Aguiar Facebook portifólio acessóro agradecimento balão pista de dança pisca pisca brinde bebida bracelete cabide ar livre celta chinelo sapatilha segurando o choro chá de ligerie flor na lapela fotos de artifiios fornecedores sensual sensuais primeira noite  cupcake chá de panela coração picado passar a gravata cortar picar leque lenço kit ressaca guardanapo de linho pano papel lembrete luva luvas Mac]ã do amor bombom bombons caixinha missal palito decorado sapato do noivo unha veuzinho para solteira fita fitas árvore dos dedinhos tags sorvete jantar prato quente salgado cardápio gravidez gestante acompanhamento recém nascido bebê criança newborn parto hospital minas gerais save the date noivado intimo pequeno comida de boteco cinta liga boneco salgadinho salgado ritual tradição costume forminha tabela SPA alugar dica sandália coque solto belvedere Maria rainha mãe manto mantilha aluguel apartamento casa entrando sozinha
Sobre a Autora: Fotografia 
Graciele Aguiar
Este blog foi criado inicialmente para mostrar as minhas clientes, muitas coisas interessantes e bonitas que eu fui vendo nas redes. Passei a pouco a publicar minhas fotos assinadas também, pois adoro registrar casamentos e eternizar em imagens, os momentos mais especiais da vida das minhas noivas. E depois, fotografar os bebês que sempre surgem do amor do casal. Sou psicóloga, casada há 25 anos, mãe de 3 ex-nenenzinhos que já viraram adultos e tenho 48 anos.          Sou de Divinópolis e moro em Belo Horizonte Querendo orçar foto e filmagem para seu casamento ou esclarecer  algo que eu postei, aqui estão os meus contatos:   (31) 3088 2953, 3464 4436 e 9615 1690 E-mail: graciele@gracieleaguiar.com.br 
Facebook: www.facebook.com/gracieleaguiarfotografiabelohorizonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails