21 de ago de 2010

Com quem você vai entrar na igreja?

Sejamos honestas: a vida de ninguém é uma propaganda de margarina que passa na TV…
Todo mundo tem algum problema familiar ou uma questão mal resolvida (ainda que muitos tentem negá-las ou escondê-las) e que podem vir à tona no tão esperado dia…
Pode ser aquele irmão que não fala com você há anos, a nova esposa do seu pai que você detesta, o namorado da sua mãe que não vai com a sua cara, a sua sogra que não te suporta (e você não a suporta) ou mesmo algo envolvendo o seu pai.
1. Vamos primeiro tratar da questão: pai falecido.
Não é porque seu pai já é falecido que você tenha a obrigação de entrar na igreja com alguém. Se você acha que só ele poderia ocupar esse lugar ao seu lado, respeite a sua vontade.
Todos entenderão, eu garanto.
Eu Graciele, entrei sozinha e foi um dos momentos mais felizes da minha vida, que de forma alguma eu gostaria de ter entrado com meu irmão 11 anos mais velho que eu, com meu padrinho, com algum dos meus tios ou com a minha mãe.
Imaginei que seria lindo e foi a coisa mais maravilhosa do mundo, ainda mais que eu entrei a luz de 120 velas acesas, somente com as luzes do altar ligadas e tudo apagado.
Era o MEU MOMENTO e ponto final.
2. Pai separado e que você não via há anos, ou que tem pouco contato, pouca intimidade.
Você se sentirá bem entrando na igreja com alguém que não participou em momento algum da sua vida só para cumprir uma exigência social?
Se sim, vá em frente, o casamento é seu.
Mas se você não se sentir, não force a barra. Se você não tem tanto contato, certamente todos sabem disso e não irão reparar se você preferir entrar sozinha. Ele mesmo reconhecerá que não é a pessoa mais adequada para te acompanhar até o altar, sendo que ele não te acompanhou em momento nenhum da vida.
Por outro lado, essa pode ser uma oportunidade para vocês se reaproximarem e se você achar que nessa altura da vida ainda vale a pena tentar construir uma relação melhor e mais próxima com o seu pai, vá em frente. (Eu acho que nunca é tarde para dizer “eu te amo”, pense nisso!).
3. Pai separado e que você não tem contato e padrasto que você trata como pai.
Essa situação é muito delicada e cada caso é um caso. Recomendo que você siga seu coração.
Não sei como é a relação com ambos e creio que uma boa conversa em família seja a melhor opção para não machucar ninguém nem provocar mal entendido.
4. Pai que você adora e tem ótima relação.
Entra com ele, ora! Mas se preferir entrar sozinha por algum motivo (por exemplo: você vai cantar ou seu amado vai cantar pra você) e sabe que ele não ficará (de verdade) chateado o que te impede? Mas tudo deve ser conversado com o seu pai antes!
Mas se você está enquadrada no segundo, ou até no quarto caso e seu pai estiver presente, não chame outra pessoa para entrar na igreja com você. Mesmo que seja o seu avô ou aquele tio que foi essencial na sua criação e que foi como um pai para você, se não for para entrar com o seu pai biológico, não entre com ninguém. Pode parecer uma afronta e o dia do seu casamento não é a hora mais propícia para “lavar roupa suja”!
Muito jogo de cintura e muita serenidade nessa hora.
Afinal problemas familiares sempre existirão, mesmo quando você formar a sua própria família.
Já é bom você ir treinando nas pequenas coisas!
Casamento noivado noiva blog festa igreja católico evangélico foto externa fotografia vestido dama aliança decoração de igrejabolo de casamento íntimo, meia calça, meia, cinta liga, bonequinho boneco de biscuit  biscui lua de mel carro terno fraque ritual tradição mobília flores Residence Pampulha Buffet Catarina festa comida de buteco, salgadinho salgado doce bombom, forminhas maquiagem SPA tabela planilha dica dicas sapato bouquet bouque decoração de festa decoração de igreja vela velas tapete para alugar, geniflexorio altar toalha arranjo cabelo brinco para noiva penteado coque cabelo solto cortejo padre igreja de Lourdes boa viagem são José santa clara belvedere mãe rainha pilar divina providencia véu manto mantilha belo horizonte minas gerais BH contagem  álbum de casamento fotografo fotógrafa foto externa local cartorio aluguel venda compra aliançaminas gerais BH contagem  álbum de casamento fotografo fotógrafa foto externa local cartotio aluguel venda compra
Sobre a Autora: 
Graciele AguiarAdoro fotografar, em especial, bebês e noivas. Sou psicóloga, casada, mãe de 3 ex-nenenzinhos que já viraram adultos e tenho 47 anos. Amo eternizar em imagens, os momentos mais especiais da vida de meus cliente. Telefones para contato em Belo Horizonte: (31) 3088 2953, 3464 4436 e 9615 1690 Facebook: www.facebook.com/gracieleaguiarfotografias E-mail: graciele@gracieleaguiar.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails